fbpx

Boi Gordo – notícias positivas 2020/2021

Boi Gordo – notícias positivas 2020/2021

Muito se fala sobre o mercado do boi gordo nesses tempos, principalmente por conta da exportação realizada para a China e, também, pelas vastas queimadas que estamos tendo em todos os lugares (prejudicam a criação de gado).

Sendo você um produtor rural, de grande ou pequeno porte, deve ficar atento aos preços e à demanda. Estudar o mercado e estar por dentro das tendências do consumidor é fundamental para o seu negócio.

Veja como está se comportando o preço do boi e quais são as expectativas com o mercado da pecuária.

Como está o preço do boi gordo no mercado

Os valores do boi gordo no mercado estão subindo novamente desde 23 de outubro deste ano. De acordo com os avaliadores dos movimentos do mercado, a alta dos preços está sendo decorrente da pouca oferta.

Ou seja, têm muitas pessoas querendo comprar carne, mas há pouco produto disponível no mercado − consequentemente, há a alta dos preços. Nesse cenário, devemos considerar que grande parte da carne produzida no Brasil está sendo exportada para a China.

O valor também será influenciado pela vinda do décimo terceiro salário no final do ano. O consumidor ganha mais poder de compra por conta desse extra e, então, consegue comprar mais carne. Sendo assim, a demanda aumenta ainda mais.

Apesar de o consumo do boi gordo no final do ano não ter perspectivas muito altas quando comparado aos demais, será o período de maior demanda em 2020, então os preços irão subir.

Na cidade de São Paulo, grande centro consumidor, o valor da arroba foi cotado em R$ 271 em 23 de outubro. Já em Dourados – MS, o valor foi de R$265.

Goiânia e Mato Grosso apresentaram valores mais baixos da arroba do boi gordo, cotados em R$251 e R$260 respectivamente.

Boi gordo no atacado

Avaliando o mercado no sistema atacado, os valores da carne também aumentaram. De acordo com os especialistas, isso será ainda mais expressivo nas primeiras semanas de novembro.

O motivo é basicamente o mesmo: os trabalhadores têm direito ao décimo terceiro salário e seu poder de compra aumenta provisoriamente. Além disso, há também as questões das festividades, que podem aumentar o consumo de carne.

O boi gordo está com os preços cada vez maiores e a carne está se tornando inviável para muitas famílias.

Obviamente, há cortes mais baratos que outros, mas o quilo de patinho (que não é um das carnes mais nobres), pode atingir R$40,00 em determinados estabelecimentos (preço médio até o começo do ano era R$25,00).

Para os produtores, esse aumento dos preços é muito interessante e, com toda a certeza, o mercado está favorável.

Exportações para China e Egito

Além do consumo interno de boi gordo, há também a exportação de carne para China e Egito. Os volumes de carne vendida são altos e isso impulsiona ainda mais o mercado.

Para os produtores, esse quadro é bem favorável, mas, infelizmente, corrobora para os preços de venda altos no Brasil.

De qualquer maneira, as fazendas que tratam o gado com manejo inteligente estão ganhando lucros bem interessantes por conta do quadro atual. Afinal, esse método de cria é muito mais sustentável e lucrativo.

Como o mercado está cada vez mais exigente, é essencial apostar em carne de qualidade, caso contrário o valor agregado cai. O produto ganha de duas frentes: economia no processo de criação de gado e venda com preços mais elevados.

Enfim, o mercado do boi gordo está promissor e a tendência é que os preços subam até o final do ano, pelos diversos motivos.

2020-11-11T12:13:20+00:00
WhatsApp Click aqui para você ser melhor atendido