A pecuária 4.0 e os equipamentos automatizados

É quase impossível falar de pecuária 4.0 sem falar sobre automatização. A alta tecnologia está cada vez mais presente no dia a dia do campo, principalmente para acompanhar o volume de produção do agronegócio.

A demanda do mercado interno e externo está crescendo e o produtor – seja ele grande ou pequeno – precisa adquirir técnicas, estratégias e equipamentos que subsidiem uma produção maior e de melhor qualidade.

A qualidade, inclusive, é um ponto muito importante, pois competitividade de preço não é mais o único fator determinante, é preciso ter qualidade de produtos.

E, na verdade, mais do que isso: é preciso demonstrar um negócio sustentável.

O mercado consumidor está cada vez mais exigente nesse sentido, então a pecuária 4.0 une uma série de conceitos, como:

  • Automatização
  • Melhoria contínua
  • Maior qualidade de produtos e processos
  • Maior precisão
  • Erros reduzidos
  • Menores riscos
  • Redução de custos
  • Maior produtividade
  • Maior competitividade
  • Fluxo de trabalho
  • Menos mão de obra

Quanto mais automatizado for o seu processo, mais você atenderá aos benefícios citados. Tecnologia deixa todos os procedimentos mais contínuos e precisos, sendo o resultado final de tudo isso um só: maior lucratividade.

Então, não é um “gasto” ou “perda de dinheiro”, pois quanto mais você investe em sua fazenda, melhor. É inegável que você terá maiores chances de sucesso em sua propriedade.

Pecuária 4.0 da prática

E como funciona a pecuária 4.0 na prática? Bem, tudo gira em torno do manejo inteligente do gado e isso não necessariamente precisa envolver equipamentos high tech.

Entretanto, o auge da automatização com toda a certeza promove um negócio diferenciado, quanto a isso não restam dúvidas (por todos os motivos que já foram citados anteriormente).

Quando falamos em equipamentos tecnológicos há alguns muito famosos no mercado, como as balanças eletrônicas, apartadores automáticos e troncos automatizados.

Esses equipamentos conseguem otimizar todas as etapas, promovendo uma melhoria incrível de processos. Uma única balança eletrônica consegue, por exemplo, identificar o gado rapidamente na pesagem e enviar o valor diretamente para o seu banco de dados.

Tais informações, por sua vez, são facilmente trabalhadas e analisadas. Os troncos promovem o fluxo de atividades, reduzindo a mão de obra nessa etapa da operação e promovendo bem-estar animal.

Mas, claro, os pormenores dependem de cada fornecedor, pois os equipamentos podem ter o mesmo princípio, mas os detalhes – e, claro, a qualidade – são diferenciados.

Quando você investe da maneira correta em equipamentos e estruturas automatizadas você está integrando o seu negócio à pecuária 4.0 da melhor maneira possível.

Conheça os equipamentos da Açôres – Troncos e Balanças

Não há dúvidas de que a Açôres é uma das companhias de maior destaque no Brasil quando o assunto é pecuária automatizada. Seus equipamentos e ferramentas possuem altíssima tecnologia.

O objetivo da empresa é promover otimização e melhoria de processos, de modo a cortar gastos, tempo e, obviamente, aumentar a lucratividade.

Quer saber mais como a pecuária 4.0 pode “invadir” a sua fazenda e lhe trazer muito lucro? Conheça os equipamentos e estruturas da Açôres.